IE-AuProFoCo: O profissional de sucesso do século XXI

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, o acesso à educação superior na faixa etária de 18 a 24 anos mais que dobrou no período de 2000 à 2010, embora o Brasil ainda esteja longe do número desejado de jovens e adultos concluindo o Ensino Superior, isso mostra claramente que o cenário de competitividade no mercado de trabalho mudou completamente em relação à década de 90. Se antes o Ensino Superior é o que faria toda a diferença no currículo, agora isso já está presente no dobro de currículos que circulam o mercado, se antes a aquisição de conhecimento técnico sobre a área de atuação era o que tornava um profissional superior, hoje é preciso muito mais do que isso.

A verdade é que segundo uma pesquisa realizada pela Catho no de 2009, pelo menos 60% dos profissionais estão sendo demitidos por questões relacionadas à personalidade e ao comportamento. Fatores como mal relacionamento com a equipe, falta de dinamismo e inaptidão para a liderança encontram-se muito presentes na maioria das demissões atualmente. Isso mostra que o profissional de sucesso do século XXI precisa estar atento não só ao desenvolvimento técnico, mas também ao desenvolvimento das questões relacionadas à Inteligência Emocional.

Isso nos remete a um novo perfil profissional onde é necessário aliar o que foi oferecido pela formação técnica com questões emocionais, tendo como objetivo alcançar maior índice de produtividade com base em uma postura profissional sólida. Isso acontece quando você consegue manter bons níveis de:

  • Inteligência Emocional: o que faz de você um profissional mais resiliente, que decide sob uma base mais racional e, portanto, mais assertiva, gerindo as emoções a favor de um cenário onde você é o autor das suas decisões e das suas reações quando está sob pressão, não se permitindo estar à mercê de explosões de estresse e ansiedade.

  • Autoconfiança: mantém você longe do medo e da insegurança em relação ao trabalho que você desenvolve e em relação ao seu potencial de crescimento, isso abre as portas para que você se mantenha firme e motivado diante do seu objetivo de crescer e prosperar na empresa, isso é notado pelos demais à sua volta que acabam por se sentirem mais à vontade e mais respeitosos em relação ao seu trabalho.

  • Produtividade: quando você alia Inteligência Emocional ao seu conhecimento técnico o resultado já pode ser notado na produtividade, mesmo assim ainda existem outras técnicas que podem e devem ser aplicadas para que esse fator seja maximizado e o mais curioso é que basicamente o segredo ainda está no seu comportamento. Pessoas produtivas e improdutivas o são em função do conjunto de comportamentos que assumem diariamente. Um profissional que checa redes sociais durante o trabalho, não consegue se organizar na sua agenda, nunca encontra o que procura dentro da própria gaveta, tenta ser multitarefas e não tem objetivos e metas claramente definidos, com certeza tem graves problemas de produtividade.

  • Foco: as infinitas possibilidades oferecidas pelo desenvolvimento tecnológico na atualidade são maravilhosas e assustadoras, muita gente ainda não se deu conta de que o que parece ser um mundo maravilhoso de acesso à informações e milhares de alternativas para executar uma simples tarefa, na verdade pode ser uma grande armadilha que compromete seriamente o resultado final. É de fato muito difícil manter o senso de simplicidade com o objetivo em manter o foco no resultado final e evitar ficar dando voltas e voltas que apenas atrasam o cumprimento do objetivo.

  • Comunicação: um profissional que não consegue se comunicar bem é um profissional fadado ao “isolamento” e esse isolamento pode ser físico ou intelectual, por vezes as pessoas são super comunicativas quando se trata de assuntos pessoais e irrelevantes para o trabalho, mas quando se trata de transmitir a mensagem sobre a sua contribuição para resultados extraordinários, quando se trata de formar uma rede de cooperação em torno de um objetivo em comum, proporcionando que os resultados sejam alcançados de forma mais rápida, mais eficaz e com mais qualidade, quando se trata de deixar de ser a pessoa super qualificada que sabe tudo, para ser a pessoa super integrada que consegue fazer parte de uma rede onde os resultados são potencializados, aí a coisa complica. Portanto, a comunicação é fundamental no sentido de integrar o seu trabalho e potencializar os seus resultados, é assim que você será notado e com certeza estabelecerá uma via de aprendizagem de mão dupla.

Considerando os cinco pontos abordados acima, que precisam compor o currículo de um profissional de sucesso no século XXI temos Inteligência Emocional, Autoconfiança, Produtividade, Foco e Comunicação, isso nos dá o acrônimo IE-AuProFoCo.

Mais do que um acrônimo que reúne características poderosas, trata-se de uma nova forma de ver o sucesso profissional, pautada no equilíbrio entre os resultados matemáticos tão cobrados pelas empresas e o desenvolvimento pessoal onde você não é e nunca será um “robô profissional”, mas sim um ser humano que sente, que passa por momentos de estresse, ansiedade, angústia e que com certeza sente os efeitos do ambiente pressionador que a empresa geralmente oferece, mas que ainda assim consegue gerir suas emoções e estar bem e ser bom para tudo à sua volta.

Trabalhar esse equilíbrio é ser o profissional diferenciado da atualidade, que não entende apenas dos números e dos demonstrativos financeiros que pode gerar para a empresa, mas entende que a sua contribuição começa dentro de você, se mantendo emocionalmente equilibrado e se estende para o ambiente profissional fazendo com que isso potencialize todos os seus resultados positivos.

Por mais profissionais IE-AuProFoCo todos os dias!!!

Dalila Ribeiro


conter12