Calar-se mesmo quando você está certo! Quando deve fazer isso?

“O impulso é o meio através do qual a emoção se exprime; a semente de todo impulso é um sentimento que quer ser traduzido em ação. Aqueles que estão à mercê do impulso – aos quais falta o autocontrole – sofrem de uma deficiência moral: a capacidade de controlar o impulso é a base da vontade e do carácter.”

Palavras do grande Daniel Goleman no seu bestseller internacional (que todos deveriam ler) Inteligência Emocional.

Quantas vezes você disse algo para alguém e se arrependeu depois? Quantas vezes tomou decisões sobre as quais momentos depois sentiu que deveria ter feito diferente? Pode até ser que tenha gritado com alguém ou desferido um golpe contra o balcão de atendimento daquela repartição pública que não tem conseguido resolver o seu problema.

A verdade é que onde reina o impulso as consequências costumam custar caro, e se você está decidido a desenvolver a sua Inteligência Emocional e se tornar uma pessoa mais equilibrada e assertiva nas suas decisões e consequentemente se sair melhor na sua carreira, você precisa cuidar dos seus impulsos.

O autodomínio é o que que faz você se calar mesmo quando tem razão, simplesmente por ainda não ter escolhido as palavras corretas para usar, é aquele superpoder que dá valor e credibilidade às suas palavras e atitudes, já que te poupa o desgaste de ser conhecido como alguém que “fala pelos cotovelos” e que age impulsivamente.

Para atingir o autodomínio você não tem que reprimir suas emoções, muito pelo contrário, você deve sentir o que há para ser sentido em cada momento, contudo, existe uma linha fundamental entre sentir e despejar seus sentimentos em uma determinada situação. Deixe que suas emoções fluam pelo seu corpo e mente, reflita sobre seu estado atual e avalie se é a melhor hora para se dedicar à uma resposta ou se é melhor se recompor primeiro.

Temos uma ânsia por ter todas as respostas na ponta da língua, o que por muitas vezes nos faz sentir obrigados a responder tudo de momento, achamos que os bons são os que respondem rápido, quando na verdade os bons são os que respondem certo.

Se você quer ser o pivô de um ambiente de trabalho agradável, o líder de uma equipe produtiva, um profissional assertivo e de sucesso, então você precisa trabalhar o seu autodomínio e iniciar a sua jornada na busca de reações verbais e físicas cada vez mais assertivas e para isso ser mais forte do que os seus impulsos é fundamental.

 

Dalila Ribeiro

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*